Make your own free website on Tripod.com

 


:: Temporada 2002-03
- Calendario-Resultados*
- Classificação*
- Estatisticas*
- Jogadores*

:: História
- Evolução do logo
- Evolução do uniforme
- História do time
- Resultados ano a ano
- Time do milênio

:: Biografias
- Craig Patrick
- Ivan Hlinka
- Joe Mullen

:: Lemieux
- Biografia
- Carreira e vida
- Citações
- Estatísticas

:: Multimídia
- Fotos
- Videos (fora do ar)
- Sons

:: Outros
- E-mail
- Sobre o site

* - Links externos


 

Lemieux :: Biografia

Mario Lemieux é sem duvida um dos grandes jogadores de todos os tempos. Ele está na lista dos cinco melhores da maioria das pessoas. Apesar do seu grande numero de prêmios e suas estatísticas, talvez uma das coisas mais impressionantes sobre Mario é sua batalha contra problemas nas costas e a doença de Hodgkin.

Mario jogou em apenas 745 jogos, ele perdeu muitos deles devido aos seus problemas de saúde. Alias ele perdeu toda a temporada de 1995-96 por causa de problemas nas costas. Apesar disso ele tem um dos currículos mais impressionantes na história do hóquei:
· 7 Troféus Art Ross (artilheiro)
· 3 Troféus Hart (jogador mais valioso da liga)
· Melhor media de gols na história moderna da NHL
· 2 Troféus Conn Smythe (jogador mais valioso dos playoffs)
· 2 Copas Stanley
· 8 Jogos das Estrelas (considerado por tres vezes o jogador da partida)

Mario Lemieux foi escolhido no recrutamento de 1984 pelo Pittsburgh Penguins (1º no geral). Mario vinha de uma temporada sensacional nos juniores marcando 133 gols e 149 assistências, dando o maior total de pontos na historia do liga de hóquei de Quebec. O Pittsburgh Penguins era o pior time da liga. Lugares vazios no Igloo eram comuns, e haviam varias duvidas sobre a continuação do time em Pittsburgh. Mario era visto como o salvador. E salvou a franquia duas vezes.

Em seu primeiro jogo, primeira tacada, Mario marca seu primeiro gol. Ele iria ganhar o Troféu Calder naquela temporada se tornando apenas o terceiro novato a marcar 100 pontos numa temporada.
Nos dois anos seguintes Mario estava sempre entre os artilheiros da NHL mas foi na Canada Cup de 1987 que ele chegou ao nível de "superstar".
Jogando junto com Wayne Gretzky, Mario teve uma campanha inacreditável, marcando um recorde de 11 gols em 9 jogos . Seus 18 pontos só não superaram os 21 de Gretzky. 4 dos gols foram gols vencedores, inclindo o da final.

Mario colocou-se em um nível de poucos nomes como Gretzky, Orr, Howe e apenas alguns outros.
Depois do torneio ele jogava temporadas melhores ainda, uma em cima da outra . Ele venceu Gretzky na artilharia com 70 gols e 98 assistências para um total de for 168 pontos. Ele também ganhou o Troféu Hart como MVP da liga, um troféu que era dado normalmente a Gretzky.

A temporada de 1988-89 foi uma das melhores de sua carreira. Ele marcou 85 gols e 114 assistências, um total de 199 pontos! Apenas um ponto para a marca de 200. Talvez sua melhor performance foi no ano novo de 1988. Este dia marcou o hóquei. Num jogo contra o New Jersey Devils, Lemieux marcou cinco gols de cinco jeitos diferentes! um gol no 5-5, um de powerplay, um shorthanded, uma tacada de pênalti e um na rede vazia. Fato que até hoje não foi repetido.

A primeira temporada em que ele teve problemas nas costas foi a de 1989-90. Apesar disto ele retornou ao time em 1990-91 para liderar os Penguins a sua primeira Copa Stanley. Você pode apostar que as costas de Mario estavam bem melhores quando ele tomou o champanhe da vitoria na taça. E este fato repetiu-se na temporada seguinte. Mario conquistou o segundo titulo em seqüência em 1992.

Em 1992-93 Mario era o jogador mais dominante da liga, detentor da Stanley Cup. Mas o hóquei não foi a sua prioridade neste ano, Lemieux foi diagnosticado com a doença de Hodgkin, uma forma de cancer. Lemieux teve que fazer um tratamento de radiação de Fevereiro a Março. Então em um dos maiores feitos do esporte ele retornou imediatamente a NHL e conseguiu ganhar o Troféu Art Ross! E foi nomeado o jogador mais valioso.

Devido a muitas contusões e ao Câncer, Mario não jogou em toda a temporada 1994-95. Ele voltou em 95-96 ganhando novamente o Art Ross e o Hart. E repetiu o Art Ross em 96-97 tambem.

Alguém duvida que Mario era o melhor jogador no cara-a-cara? "Oh Oh! La vem Mario!" era normalmente falado quando ele vinha sozinho contra o goleiro. Ele marcou muitos gols assim. O único jeito de parar "Super Mario" era derrubando-o e isso nem sempre o impedia de fazer o gol.

Alguns anos após sua aposentadoria os Penguins estavam arruinados financeiramente. Uma má administração deixou o time próximo da falência. e mais uma vez seu futuro na NHL estava em risco. Então quem veio? Mario! Mario que perderia milhões se o time falisse, juntou-se com um grupo de empresários e comprou os Pens, mantendo-os em Pittsburgh. Foi a primeira vez que um jogador se tornou dono de um time.

Existe sempre uma discussão sobre quem é melhor: Wayne Gretzky ou Mario Lemieux. Se você analisar ambos verá que Mario tem uma grande vantagem no físico, ele é maior e mais forte, com uma tacada mais potente que Gretzky. Mario é um dos melhores jogadores no cara-a-cara. O único jogador que pode ser comparado no mesmo nível de jogo de Mario é Bobby Orr.

Em dezembro de 2000, Lemieux surpreendeu o mundo do hóquei anunciando sua volta ao gelo, e levou os Pens ate as finais de conferencia quando perdeu para o New Jersey Devils. Lemieux marcou 76 pontos em 46 jogos.

Em 2002 Lemieux ganhou a única coisa que lhe faltava, a medalha de ouro nos jogos olimipicos de inverno em Salt Lake City.

Mario espera jogar nos Penguins por mais alguns anos. Ele sempre será lembrado por todas as pessoas de Pittsburgh e todos os fãs do hóquei, especialmente os fãs do Penguins por todo o mundo.

 


Mario Lemieux venceu duas Copas Stanley pelo Pens


Lemieux, tendo sua camisa aposentada na Civic Arena


Super Mario é praticamente imbativel no cara-a-cara


Lemieux retornando ao Pens como dono


Lemieux voltou a jogar no ano 2000

Melhor Visualizado em 800x600 | B66 Network | Todos os direitos reservados | Webmaster : Bruno Bernardo